domingo, 29 de maio de 2016

Pesquisador do Mediação publica livro de semótica

O membro do Grupo de Pesquisa Mediação e professor do departamento de Artes Visuais da Universidade Federal do Amazonas, Valter Frank de Mesquita Lopes, lançou, no último mês de fevereiro, o livro "Semioses na Web", que investiga os processos comunicativos na Internet, em especial no museu virtual do Google.

A publicação é baseada no trabalho de mestrado do pesquisador, orientado pela líder do Mediação/UFAM, Mirna Feitoza Pereira e desenvolvida no âmbito do Grupo Mediação. A pesquisa foi defendida como trabalho de conclusão de curso de mestrado no Programa de Pós-graduação em Ciências da Comunicação da Ufam - PPGCCOM/UFAM para obtenção do título de mestre de Valter.

O livro apresenta uma maneira de espectar as relações comunicativas na web, a partir do ponto de vista semiótico, acerca da compreensão de como os sistemas de signos estão organizados em seu interior. Segundo o próprio autor, o leitor da obra "encontrará subsídios teóricos e metodológicos para repensar o ciberespaço como uma rede constituída de sistemas de signos distintos e estruturados diversamente, mantendo processos comunicativos em vários níveis de semiose".

Desta forma, o autor apresenta o objeto em análise - o Art Project -, identificando os sistemas significativos existentes no ambiente virtual e as relações entre eles. Este estudo se estruturou a partir do estabelecimento de três categorias de análises, a saber: os sistemas de base, os intermediários e os de superfície. Os conteúdos aqui presentes contribuirão para a compreensão das relações envolvidas na constituição desse novo espaço instituído na cultura, representado pelo museu virtual, notadamente com a pesquisa dos processos comunicativos nele envolvidos.

O livro, publicado pela Editora Appris, está a venda nos sites das Livrarias Cultura, Travessa, Martins Fontes Paulista e no próprio site da editora.

Líder do Grupo de Pesquisa Mediação concede entrevista à agência Amazônia Real

A professora Mirna Feitoza Pereira, líder do Grupo de Pesquisa em Semiótica da Cultura Mediação/Ufam, concedeu entrevista à agência de notícias independentes Amazônia Real, que atua na região amazônica produzindo jornalismo independente sobre temáticas variadas como meio ambiente, economia e política.

A matéria, de autoria da repórter Elaíze Farias e intitulada Profissão Jornalista, abordou a temática da crise no jornalismo e discutiu os reflexos das demissões e declínio do modelo de jornalismo impresso em contraste ao crescente ambiente de jornalismo independente possibilitado pela era digital.

Segundo a pesquisadora, que já trabalhou em veículos como a Folha de São Paulo e esteve a frente de iniciativas de jornalismo digital como o Lab F5, "as empresas de comunicação que estão em crise, e não o jornalismo".

A matéria completa pode ser lida no seguinte link.

Confira artigo sobre games de autoria de integrantes do Mediação na revista Sessões do Imaginário

O artigo “A estética da comunicação nos videogames: a relação designer-jogador” aborda a comunicação do designer com o jogador nos games. 

Os conceitos de semiose, estética da comunicação e narrativa nos jogos compuseram a sustentação teórica do trabalho, que é resultado da pesquisa de mestrado desenvolvida no Grupo de Pesquisa em Semiótica da Comunicação (Mediação) e no Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Ufam.

De autoria do estudante de mestrado, Marcus Cordeiro e da Profa Dra. Mirna Feitoza Pereira, o artigo foi publicado na revista eletrônica Sessões do Imaginário da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUCRS, na edição de fevereiro de 2016. 

De fluxo contínuo, direcionada para estudos em cibercultura, cinema e tecnologias da imagem, a revista possui conceito Qualis B1.

Para ler o artigo acesse este link.